Escolha uma Página

Renda Fixa em Dólar? Como viver de dividendos em dólar com baixíssimo risco para o seu patrimônio (Parte 1)

Eraldo De Paola

21/03/19 11:29

Sabemos que no Brasil a rentabilidade básica na renda fixa é o CDI – que é muito próximo à SELIC, decidida pelo Banco Central. Por isso temos sempre opções de investimentos que confundem a cabeça do investidor: pré-fixados, pós-fixados, COEs, debêntures, etc.

No artigo de hoje, vamos mostrar algo ainda pouco falado no Brasil: como funciona o  mercado de renda fixa americano, muito mais focado em opções pré-fixadas  e, provar para o leitor que é possível, sim, viver de dividendos em dólar sem preocupações!

Não é apenas um mercado, é O mercado: é  maior que o mercado de renda variável e conta com mais de US$ 43 trilhões aplicados. É o maior volume  em títulos recebíveis e debêntures de empresas e países em dólar, o equivalente a 21 anos de PIB brasileiro acumulados!Vejamos as categorias de produtos disponíveis.

Com a diferença entre uma renda fixa básica brasileira e americana sendo uma das menores do século, já que um CDI rende 6,39% a.a.) e a taxa básica americana paga 2.40% a. um simples “solavanco” na taxa de câmbio já pode ser suficiente para valer a pena a renda fixa americana.

Mas, por onde começar? Nessa primeira parte, vamos as principais classes de ativos de renda fixa nos EUA para, em seguida, mostrar através de exemplos práticos como investir de forma diversificada e viver de dividendos em dólar.

Asset-Backed Securities (ABS)

Como o próprio nome diz, são recebíveis (contratos com valores a receber) com garantias em outros ativos.  Existe uma infinidade de tipos de ABS, desde recebíveis de empresas industriais, passando pelo setor automobilístico, pequenos negócios e até mesmo imóveis. Os títulos têm qualidade de crédito designada e “barreiras de risco”, quanto pior o crédito e menor a barreira, maior o dividendo. A forma de investir em ABS é através de fundos de renda fixa, não é um tipo de ativo como ações e títulos que podem ser negociados facilmente com apenas uma conta em corretora.

Money Market Securities

Seriam comparáveis aos fundos de renda fixa do Brasil. São fundos com altíssima liquidez, maturidade curta e baixa volatilidade. Desde que o FED iniciou a “subida de juros de 2016”, o mercado de money market “reviveu” e, atualmente, existem diversos fundos que pagam mais de 3% ao ano, em dólar, com liquidez diária e sem variação na cota. Só é possível para o investidor “pessoa física” brasileiro ter acesso a esses fundos com acesso a assessoria de investimentos internacional. Corretoras oferecem fundos desse tipo para substituir o “cash” automaticamente para clientes americanos e offshore.

Federal Agency Securities

São títulos garantidos pelo governo americano e que por esse motivo têm qualidade de crédito máxima (a mesma que o governo americano). Por exemplo, hipotecas  e ABS de negócios que pertencem ao governo americano caem nessa categoria, assim como projetos de infraestrutura do governo. Assim como ABS são comprados através de fundos.

Corporate Debt

Os bonds de empresas privadas (ou debêntures) seriam os títulos de renda-fixa mais líquidos junto com os money market funds e tesouro americano. Os bonds são títulos de dívida, em dólar, das empresas ao redor do mundo. Além disso, os bonds são em grande maioria pré-fixados, com maturidade pré-determinada e têm notas de crédito definidas pelas principais agências. Já fizemos alguns artigos a respeito do “mundo dos bonds”. Podem ser comprados diretamente em corretora, através de ETFs, ou através de fundos. Um detalhe importante: dependendo da estrutura fiscal do investidor (e do objetivo) cada tipo de investimento (bond individual, fundo ou ETF) pode valer a pena ou não. Uma compra direta de um bond pré-fixado é interessante para o investidor que quer ter a segurança no pagamento:ao comprar o bond, o investidor já sabe os dias que os pagamentos caem e já sabe o coupon efetivo, porém, o investidor “pessoa física estrangeiro” poderá ser duplamente tributado, por exemplo. Através de um ETF ou um fundo, o investidor consegue diversificar uma carteira com centenas de bonds que respeitam estratégias focadas em maturidade e qualidade de crédito. A diferença é que para o “investidor pessoa física” alguns fundos conseguem “acumular” os dividendos, assim como alguns ETFs sediados na Europa, evitando a dupla taxação. É muito interessante para o investidor interessado buscar uma assessoria especializada pra poder acessar os produtos mais eficientes, além de poder montar uma carteira que entregue os investimentos que condizem com o objetivo do investidor (preservar patrimônio, especular, um mix, etc).

Mortgage Related Securities

MBS são recebíveis de hipotecas. Existem diversos tipos de MBS negociados no mercado pois as variáveis e os tipos de hipotecas são vários (localização geográfica, tipo de imóvel, cidade, maturidade, cap rateNNN, etc.). A melhor forma de investir em MBS são fundos, assim como os ABS. Os MBS foram os principais responsáveis pela crise de 2008, desde então, o nível de capital requerido pelos bancos para originar os MBS aumentou significativamente se transformando em um produto mais seguro e extremamente controlado pelas agências, inclusive, alguns MBS são garantidos pelo próprio governo através das empresas Fannie Mae e Freddie Mac que desde a crise de 2008 foram “incorporadas” pelo governo americano.

Municipal

Títulos municipais são dívidas emitidas pelos estados e cidades americanas. Assim como os títulos do tesouro, alguns desses ativos são garantidos pelo governo americano, enquanto outros são garantidos pelos governos. Alguns estados como Illinois e New Jersey têm enfrentado dificuldades fiscais para “fechar o balanço” o que faz que seus títulos não-garantidos paguem mais que estados como Florida. Os munis são muito interessantes para os investidores domésticos pois não há cobrança de impostos em cima de juros, sendo portanto,  uma classe que não atrai investidores internacionais. Existem ETFs e fundos que alocam em títulos munis.

O primeiro passo é você quem precisa dar. Preencha o formulário para criar seu plano de investimento com a Liberta.

Alcance a sua liberdade financeira!

Compartilhar

Gostaria de falar com um assessor da Liberta Investimentos?

Não está com pressa?

Falar sobre investimentos com quem entende é o principal para começar a tomar melhores decisões com seu patrimônio.

Informe qual o melhor horário para um assessor entrar em contato com você e sanar suas dúvidas.

Quer ser atendido agora?

Ao abrir ou transferir sua conta na XP, seu atendimento pode começar agora! Você mesmo poderá entrar em contato com nossos assessores.

Preencha o formulário abaixo para iniciarmos um contato via WhatsApp.

Telefone

(51) 3093 - 9700

Endereço

Av. Dr. Nilo Peçanha, 2900 - Sala 1203
Boa Vista, Porto Alegre/RS
CEP: 90470-000

Receba os links exclusivos das aulas

You have Successfully Subscribed!

Receba os links exclusivos das aulas

You have Successfully Subscribed!

Receba os links exclusivos das aulas

You have Successfully Subscribed!

As vagas para o curso CICLOS DE MERCADO ainda não estão abertas.

Para receber em primeira mão todas as informações do curso, inscreva-se gratuitamente na minha Lista VIP.

You have Successfully Subscribed!

Confirme seu endereço de e-mail!

You have Successfully Subscribed!

Confirme seu endereço de e-mail!

You have Successfully Subscribed!

Confirme seu endereço de e-mail!

You have Successfully Subscribed!